Detalhes da Notícia


Agnaldo Cardozo fica com o título de Indaiatuba


Agnaldo Cardozo foi o campeão da etapa do Monster Energy PBR em Indaiatuba, realizada no último final de semana. O competidor chegou ao título depois de vencer o touro Relíquia, da Cia Euripinho Sollo, ficando com 88 pontos e fechando a noite com 425,25 pontos no ranking. Este é a sétima fivela de campeão do atleta.

A vitória ficará marcada na carreira do mineiro de Uberaba, já que este foi o último desafio da temporada antes da grande final, que ocorre de 21 a 24 de agosto, na cidade de Barretos, um dos mais importantes centros organizadores do esporte de montaria em touro em todo o mundo.

A segunda posição ficou para o paulista Edimundo Gomes, de Atibaia, que parou no touro Ninja, da Cia Euripinho Sollo, fechando a noite com 424,50 pontos. O atleta segue na liderança do campeonato, 4778,88 pontos e é um dos fortes candidatos ao título.

O experiente Ademir Cândido, de Terra Boa (PR), ficou com a terceira melhor pontuação da etapa depois de enfrentar o touro Thor, da Cia Peninha. Com o resultado, ele assumiu a terceira posição do ranking, atrás apenas de Edimundo e Edmílson Gonçalves.

Kaique Pacheco, o mais jovem competidor da PBR Brasil no momento, ficou com a quarta posição da etapa, com 414 pontos. Na disputa final ele encarou o touro Amarok, da Cia Paulo Emílio, ficando com 87 pontos. Ele é o décimo quarto colocado no ranking.

O vice-líder da temporada, Edmílson Gonçalves, terminou com a quinta posição em Indaiatuba. Apesar de ter parado os oito segundos sobre o touro Chão Preto, da Cia Euripinho Sollo, o atleta não pontuou o bastante para assumir a liderança do evento.

Agora a próxima parada da PBR Brasil será a grande final do campeonato entre os dias 21 a 24 de agosto na Festa do Peão de Barretos.  Pode-se dizer que esta será uma das finais mais eletrizantes de todos os tempos do campeonato brasileiro.

Os 11 primeiros colocados foram:

1. Agnaldo Cardozo – 425,25 pontos
2. Edimundo Gomes – 424,50 pontos
3. Ademir Candido – 423,75 pontos
4. Kaique Pacheco – 414,00 pontos
5. Edmilson Gonçalves – 397,25 pontos
6. Fernando Henrique Novais – 340,50 pontos
7. Márcio Aquino – 255,50 pontos
8. Alex Aparecido Marcílio – 253,25 pontos
9. Marcos Fernando – 252,00 pontos
10/11. Rubens Barbosa –  250,75 pontos
10/11. Douglas Lino – 250,75 pontos

« Voltar